'Estou sendo punida por ter ficado doente', diz jornalista demitida pela Globo - Views

Breaking

Post Top Ad

Post Top Ad

8 de nov de 2018

'Estou sendo punida por ter ficado doente', diz jornalista demitida pela Globo

A apresentadora Izabella Camargo, de 37 anos, desabafou após ter sido demitida na última segunda-feira (5). De acordo com a jornalista à Rede Globo não respeitou um momento difícil, quando ela foi diagnosticada com Síndrome de Burnout.

Izabella havia acabado de voltar à TV, retornando de licença médica e recuperada da Síndrome quando recebeu o comunicado de sua demissão. Procurada pelo UOL, a apresentadora afirmou que "Estou sendo punida por ter ficado doente, com uma doença funcional, e os laudos provam isso. Foi um susto. Esperava qualquer coisa, menos ser demitida".

A jornalista que está escrevendo um livro chegou à conclusão, depois de conversar médicos e um cronobiologista da USP, que o seu estado está relacionado ao trabalho feito durante a madrugada enquanto estava na emissora.


Desde o final de 2014, Izabella apresentava a previsão do tempo no Hora 1 e no Bom Dia Brasil. Também substituía a titular do Hora 1, Monalisa Perrone, e eventualmente, César Tralli e Carlos Tramontina, nos telejornais locais. Ela lembra que, desde agosto de 2017, ela começou a apresentar depressão e crises gastrointestinais e circulatórias.

A jornalista chegou a pedir que fosse mudado o seu horário de trabalho. Entretanto, não foi atendida, ao contrario teve que apresentar mais uma previsão do tempo de mais um telejornal, o Em Ponto, da GloboNews, enquanto o Hora 1 tinha dobrado sua duração e começou a entrar no ar as 4 horas.

Izabella chegava na Globo às 3h da madrugada. Fazia quatro entradas no jornal de Monalisa Perrone enquanto se preparava para a GloboNews, na qual ficava até 20 minutos no ar falando de metereologia sem parar. Depois, entrava no Bom Dia Brasil.

Foi na fase de pilotos para o novo H1 e para o Em Ponto que o quadro de Izabella piorou. "Comecei a sentir taquicardia, a ter crises de choro, crises nervosas, sintomas de esgotamento" explica. O auge de seus problemas foi no dia 14 de agosto no qual ela teve um apagão enquanto apresentava a previsão do tempo no Em Ponto.

"Estava falando do tempo nas capitais e não conseguia lembrar de Curitiba. Só falava 'no Paraná, no Paraná, no Paraná', até que o Burnier falou Curitiba. Não lembrava da capital do meu Estado", diz a paranaense de Apucarana. No mesmo dia, seu médico a diagnosticou com risco de convulsões e a mandou tirar licença para descansar e, assim, tratar da síndrome de burnout.


Segundo ela, a diretora regional do Jornalismo da Globo, Cristina Piasentini, disse que não poderia correr o risco de devolvê-la aos telejornais depois dos apagões. Izabella pediu para voltar à reportagem. "Não tem mais vaga", ouviu.

Em nota a globo disse: "A própria Izabella Camargo diz, em vídeo publicado em seu Instagram, que está bem de voz e corpo e que 'está tudo certo'. O motivo pelo qual deixou de trabalhar na TV Globo não guarda nenhuma relação com a licença médica que tirou , mas a emissora não trata em público de suas relações com funcionários ou ex-funcionários. A Globo é reconhecida por todos como uma empresa que zela por seus funcionários, dando todo o apoio possível. Como já dissemos antes, a Globo é reconhecida por todos como uma empresa que zela por seus funcionários, dando todo o apoio possível. Como já dissemos antes, a Globo agradece à Izabella pelos anos de convivência, dedicação e profissionalismo."

O que é a Síndrome de burnout?

A síndrome é ma consequência do acúmulo excessivo de estresse em trabalhadores que têm um profissão muito competitiva ou com muita responsabilidade, tornando o dia de trabalho em um sacrifício que envolve nervosismo, sofrimento psicológico e problemas físicos, como dor de barriga, cansaço excessivo ou tonturas, por exemplo.

Sentir estresse e falta de vontade para sair da cama pode ser um sintoma da síndrome quando esses sentimentos estão presentes quase todos os dias. Além disso, outros sintomas que podem ser identificados incluem: sentir-se cansado e sem energia quase sempre; ter dor de cabeça frequente; alterações no apetite; dificuldade para pegar no sono; ter sentimentos constantes de fracasso e insegurança; sentir-se derrotado e sem esperança; dificuldade para cumprir com responsabilidades do trabalho; vontade de se isolar dos outros.

Fonte: noticiasdatv.uol.com.br
             www.tuasaude.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad